A captura de dados de crianças na internet. 3 (2021)

 

Desde 2013, uma pesquisa chamada TIC Kids Online é realizada todos os anos para saber como as crianças brasileiras usam a internet. Os dados da última pesquisa, coletados em 2019, mostram que 89% das crianças brasileiras possuem acesso à internet e que esse número cresce a cada ano.

Durante a pandemia do coronavírus, a internet se mostrou essencial para a continuidade dos trabalhos escolares, mas também aumentou a exposição de crianças e adolescentes a riscos da navegação online, como o cyberbullying, a pedofilia, a captura de dados e a exposição à publicidade e a conteúdos inadequados como violência, pornografia, ideias preconceituosas ou conselhos de autoagressão.

Além de se tratar de uma missão quase impossível, proibir o uso da internet por crianças e adolescentes não resolve o problema. Então, o desafio da sociedade não seria proteger as crianças e os adolescentes da internet, mas protegê-los na internet, garantindo uma experiência digital segura. Por isso, é tão importante conversar sobre esse assunto.

Nesta edição, vamos falar de um dos riscos de exposição à internet: a captura de dados; mas se você quiser que a gente fale mais sobre os outros riscos, escreva para a gente. Vamos adorar continuar com essa conversa!

 

A datificação da vida das crianças

Por que os dados são coletados?

O que diz a lei brasileira sobre isso? 

Tratamento de dados pessoais, como assim?

Pergunte a Patrícia Gomes

Página inicial