A intervenção da Igreja Católica

 

Os religiosos europeus que chegaram no Brasil com a missão de difundir o catolicismo entre os nativos também ajudaram a impedir a escravização de indígenas na Colônia. Não que naquela época a Igreja fosse contra a escravidão. Ao contrário! Ela aceitava e até recomendava a escravização de africanos, por exemplo. Mas acontece que os missionários estavam interessadíssimos em catequizar os indígenas e isso não poderia acontecer se eles fossem submetidos a trabalhos forçados.  

Por isso, a Igreja pressionou a Coroa de Portugal para que fosse emitido um documento chamado Carta Régia (1570), que proibia a captura dos nativos, a não ser quando eles atacassem os colonizadores.

Apesar da proibição, os indígenas continuaram a ser escravizados, já que eram uma mão de obra mais barata do que a dos escravizados africanos.

 

Página inicial