As teorias da conspiração! Edição 20 (2021)

Mentiras existem desde o tempo das nossas tatatatatataravós, mas, de uns tempos para cá, com o surgimento das redes sociais, elas ganharam força e passaram a ser chamadas de fake news ou teorias da conspiração.

Durante a pandemia da Covid-19, esse debate se tornou urgente, por causa de histórias falsas que afirmavam que o coronavírus tinha sido fabricado em um laboratório chinês, que a vacina estava implantando chips nas pessoas e que algumas tinham se transformado em jacarés depois de imunizadas. Ouvindo assim, pode até parecer engraçado (e é), mas o problema é que essas mentiras podem prejudicar o andamento de eleições, gerar xenofobia (preconceito contra estrangeiros) e prejudicar a imunização coletiva.

Muitas vezes, imaginamos que o responsável por propagar a desinformação nas redes sociais é uma pessoa mais velha e que não entende muito de internet, como o famoso “Tio do Zap”. Porém, a recente propagação de teorias da conspiração no aplicativo Tik Tok tem mostrado que os mais jovens não estão a salvo. 

O Tik Tok é uma rede social que vem crescendo nos últimos anos, principalmente com o público jovem. Além de trazer conteúdos informativos e divertidos, por lá circulam vídeos sobre estarmos presos em uma realidade virtual, sobre sequestros de crianças para produzir um sérum da juventude e outras teorias da conspiração. Recentemente, a ONG  First Draft alertou sobre o protagonismo dessa rede social na disseminação de mentiras sobre o Covid-19 entre os adolescentes.

Por tudo isso, esta edição da revista Manga de Vento traz informações e dicas para você ficar de olhos abertos e não cair em mentiras. 

Vem com a gente?