Saiba Mais

YOUTUBE CAED UFMG- Universidade: conceito e possibilidades https://www.youtube.com/watch?v=HEC_rA1Og_o&t=218s

ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS – As universidades públicas respondem por mais de 95% da produção científica no Brasil http://www.abc.org.br/2019/04/15/universidades-publicas-respondem-por-mais-de-95-da-producao-cientifica-do-brasil/

PARANÁ PORTAL – Bactérias desenvolvidas pela UFPR podem aumentar a produtividade https://paranaportal.uol.com.br/agronegocio/563-bacterias-ufpr-aumentar-producao/

TERRA EDUCAÇÃO – Primeiras universidades: entenda as origens do Ensino Superior – https://www.terra.com.br/noticias/educacao/primeiras-universidades-entenda-as-origens-do-ensino-superior,f4cbdc840f0da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

SUPER INTERESSANTE – Onde e quando surgiu a primeira universidade https://super.abril.com.br/historia/onde-e-quando-surgiu-a-primeira-universidade/

G1 – Pesquisa da UFMG transforma rejeitos de minério em estradas e casas http://g1.globo.com/minas-gerais/desastre-ambiental-em-mariana/noticia/2015/12/pesquisa-da-ufmg-transforma-rejeitos-de-minerio-em-casa.html

Comunica UFU – Alunos de engenharia da UFu criam projeto sobre veículos elétricos http://www.comunica.ufu.br/noticia/2019/02/alunos-de-engenharia-da-ufu-criam-projeto-sobre-veiculos-eletricos

Nexo – Léxico – Bal.búr.dia https://www.nexojornal.com.br/lexico/2019/05/19/As-origens-da-desordem-do-tumulto-est%C3%A3o-na-boca-dos-beb%C3%AAs?utm_medium=Social&utm_campaign=Echobox&utm_source=Facebook&fbclid=IwAR3MEsixe1M5LDRsIJ4Pi_ANBJTmmjEjbicZTcJwN7WLTLvtbo07frtqceI#Echobox=1558300877

 

Por que falar sobre as universidades? Nº 11 (2019)

Nas últimas semanas, o governo federal vem questionando o papel das universidades públicas brasileiras e a qualidade do trabalho desenvolvido nessas instituições.

O ministro da Educação Abraham Weintraub, por exemplo, afirmou que há muita balbúrdia na universidade. Balbúrdia é o mesmo que bagunça ou algazarra. Também surgiram pessoas dizendo que as universidades públicas fazem poucas pesquisas e que nelas só estudam alunos ricos.

Essas críticas serviram de justificativa para que o governo federal fizesse um corte de 30% nos recursos das universidades, produzindo um intenso debate e muitos protestos de parte da população.

 

A revista Manga de Vento traz algumas questões iniciais para te ajudar a acompanhar o assunto.

Sumário

O que é uma universidade?

Qual é a universidade mais antiga do mundo?

Como surgiram as universidades brasileiras?

Quem são os alunos das universidades públicas?

Algumas pesquisas desenvolvidas nas universidades brasileiras

Escuta Essa: Beach Boys

Pergunte à professora Regina Helena

 

O que é uma universidade?

Uma universidade, do jeito que conhecemos hoje em dia, é um lugar onde se produz conhecimento e onde são oferecidos vários cursos de nível superior.

Nível superior é a fase de ensino que vem depois do ensino médio, que por sua vez vem depois do ensino fundamental.

Essa fase é um pouco diferente das anteriores, porque nela o aluno escolhe um curso que deverá prepará-lo para a vida profissional. Assim, um estudante universitário pode cursar filosofia, se quiser ser professor dessa matéria; pode escolher medicina, se quiser se tornar médico; pode ainda fazer Belas Artes, se desejar ser artista ou estudar engenharia, se preferir se tornar um engenheiro, por exemplo…

Além do ensino, atualmente as universidades também desenvolvem duas outras atividades muito importantes, mas pouco conhecidas: a pesquisa e a extensão.

As pesquisas científicas produzem conhecimentos em diversas áreas e são valiosas para encontrar soluções para os problemas do país. Já as atividades de extensão são aquelas que têm por objetivo compartilhar com a população o conhecimento que é produzido: hospitais universitários, clínicas de atendimento psicológico, hospitais veterinários, museus, etc…

E essa é a maior diferença entre universidades e faculdades, já que as faculdades oferecem poucos cursos e quase sempre se dedicam apenas ao ensino.



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

Qual é a universidade mais antiga do mundo?

Até o momento, a Universidade de Al Quaraouiyine, que fica na cidade de Fez, no Marrocos, vem sendo considerada a primeira universidade do mundo. Ela foi fundada no ano de 859 como uma mesquita dedicada ao estudo do islamismo, mas depois passou a oferecer outros cursos também.

Na Europa, a primeira foi a Universidade de Bolonha, na Itália, em 1088.  Naquele tempo, cursar uma universidade era um privilégio dos ricos, já que era preciso pagar (e muito!) para isso. Os estudantes interessados em estudar, se tinham condições financeiras para isso, se reuniam em pequenos grupos para dividir o custo de um professor. O conjunto desses estudantes, que cuidava de toda a organização dos cursos, era chamado de universitas scolarium e vem daí a palavra “universidade”.

Importantes personalidades estudaram na Universidade de Bolonha. Inclusive Nicolau Copérnico (1473-1543), o físico e matemático que teve seu trabalho censurado durante a Santa Inquisição, por defender que a Terra gira em torno do Sol, e não o contrário, como se acreditava na época.

Ao longo dos séculos, as universidades foram mudando muito, até chegarem ao modelo atual. Por exemplo, as universidades medievais quase não se dedicavam à pesquisa. Criada em 1808, a Universidade de Berlim, na Alemanha,  serviu de modelo para outras universidades modernas, que passaram a unir ensino e pesquisa.



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

Como surgiram as universidades brasileiras?

Também em 1808, ou seja, no mesmo ano de criação da Universidade de Berlim, Dom Pedro I criou o Curso de Cirurgia, Anatomia e Obstetrícia, que hoje em dia pertence à Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Essa foi a primeira instituição dedicada ao ensino superior em terras brasileiras.

Mais tarde, foram criadas duas faculdades de Direito: uma em São Paulo (São Paulo) e outra em Olinda (Pernambuco). Mas a primeira universidade de verdade, com cursos em diversas áreas, foi a Universidade do Rio de Janeiro, atualmente Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criada em 1920.

Nos anos seguintes, várias outras universidades públicas foram criadas. A UFV, Universidade Federal de Viçosa, foi inaugurada em 1926 e um ano depois foi criada a UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais. A USP, que é uma universidade do Estado de São Paulo, foi fundada em 1934.

Ao mesmo tempo que estas e outras universidades públicas foram sendo criadas, surgiram as instituições de ensino superior particulares, ou seja, que não eram do governo. De forma que, na metade do século XX, já havia mais instituições de ensino superior particulares do que públicas.

Atualmente, o Brasil possui centenas de universidades públicas e mais de duas mil universidades particulares. Mesmo assim, apenas 18% da população entre 18 e 24 anos frequenta uma instituição de ensino superior, o que é um número muito baixo…

Isso acontece porque, para cursar o ensino superior particular, é preciso pagar mensalidades. E para cursar o ensino superior público, que em geral oferece cursos mais bem avaliados, os alunos precisam fazer provas de seleção bem difíceis, já que existem poucas vagas.

Buscando enfrentar esse e outros problemas, em 2014 o Brasil criou 20 metas para melhorar a educação do país até 2024. Uma dessas metas é levar a educação superior a 33% dos brasileiros. Para conseguir isso, o Brasil vinha nos últimos anos oferecendo aos estudantes bolsas ou empréstimos para ajudá-los a pagar as mensalidades de universidades particulares (Prouni e Fies). Outra política adotada para aumentar o acesso da população ao ensino superior foi a criação de novas universidades, mas todas essas iniciativas anteriores têm sido muito criticadas pelo governo Bolsonaro.



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

Quem são os alunos das universidades públicas?

Nos últimos anos, muitas pessoas têm afirmado que apenas os ricos estudam em universidades públicas brasileiras, não sendo justo que a população pague impostos para custear o ensino superior gratuito de quem poderia pagar a educação por conta própria.

No entanto, uma pesquisa recente da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) mostra que, atualmente,

70,2% dos alunos das universidades públicas não é rica,

60,4% cursaram o ensino médio em uma escola pública, e que

51,2% é preta, parda ou indígena.

A quantidade de alunos com essas características vem aumentando nos últimos anos principalmente por causa de Lei de Cotas, que reserva vagas de universidades públicas para uma parte da população que, historicamente, costumava ter dificuldade de acesso à educação superior por causa de suas origens sociais e étnico-raciais.

Isso mostra que, apesar de ser acessível para apenas uma pequena parte da população brasileira, cada vez mais entram na universidade pública estudantes com diversos perfis.  

No entanto, o valor da universidade pública não pode ser medidos apenas pelo ensino oferecido aos seus estudantes, porque as inúmeras pesquisas e os projetos de extensão universitária beneficiam toda a sociedade.



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

Algumas pesquisas desenvolvidas nas universidades públicas

Quase toda a pesquisa desenvolvida no Brasil ocorre dentro de universidades públicas. Infelizmente, pouco desse conhecimento é divulgado para a população. Por isso,  nós aqui da revista achamos que seria legal escolher algumas pesquisas super interessantes para contar aos nossos leitores:

  1. Um laboratório da Universidade Federal de Minas Gerais situado na cidade de Pedro Leopoldo vem desenvolvendo técnicas de utilização de rejeitos da mineração na construção civil. Para isso, a lama é convertida em um pó chamado de lama calcinada, que serve de matéria-prima para a produção de tijolos e blocos de construção. Essa tecnologia é importante porque poderia substituir as barragens de rejeito.

2. Há dez anos, pesquisadores da Universidade Federal do Pará e da Universidade Federal do Ceará descobriram um aquífero, uma espécie de “oceano” subterrâneo, localizado sob a Amazônia. Calcula-se que o volume de água chegue a 160 trilhões de metros cúbicos. Nos próximos anos, os pesquisadores se dedicarão a conhecer melhor a qualidade dessa água. Essa pesquisa é importante porque poderá trazer soluções para a saúde, a higiene, a alimentação e a irrigação de plantações.

Um oceano embaixo da Amazônia. O Aquífero Alter do Chão, o maior do mundo, corre por baixo da floresta.

 

3. Alunos e professores da Universidade de Uberlândia estão trabalhando em projetos de veículos elétricos para pessoas portadoras de deficiência física. Esses projetos são importantes não só para garantir a acessibilidade dessas pessoas, como também por proporcionar aos usuários mais autonomia para executar tarefas sem necessidade de ajuda.

4. A Universidade Federal do Paraná tem desenvolvido bactérias para serem utilizadas na agricultura. Essas bactérias aumentam a produtividade das plantações e diminuem a poluição, porque reduzem o uso de fertilizantes nitrogenados, que geram gases causadores do efeito estufa.

 

5. Uma equipe da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) formada por pesquisadoras (sim, são mulheres) de diversas áreas (biólogas, arqueólogas, antropólogas, dentistas, etc…) trabalha tentando identificar os restos mortais das vítimas da ditadura militar brasileira, ocorrida entre 1964 e 1985. Essa é uma pesquisa que ajuda a contar uma parte da história brasileira que ainda não está totalmente revelada.

Essas são apenas cinco das inúmeras pesquisas feitas em universidades brasileiras. Elas se somam aos muitos projetos de extensão oferecidos à população e ao ensino superior mais bem avaliado do nosso país.

Mesmo assim, em tempos de crise econômica, quando os recursos do país não conseguem pagar todos os gastos, é natural que o debate sobre o orçamento surja.  Por isso, é necessário que a população se informe direitinho sobre o assunto, para evitar que o governo decida simplesmente cortar os direitos da população, alegando fazer economias.

 

 

E você? O que faria se fosse ministro ou ministra da Educação?

(Para saber mais sobre esse assunto, clique na imagem acima)

 

 



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

Escuta Essa: Beach Boys

A música que escolhemos para essa edição de chama Be True to Your School, um rock de 1963 da banda americana Beach Boys. Inicialmente, o grupo era formado pelos irmãos Brian Wilson, Dennis Wilson, Carl Wilson, além do primo deles Mike Love e o amigo Alan Jardine.

Be True to Your School fala sobre o sentimento de gratidão que muitos alunos e ex-alunos sentem pelas instituições onde estudaram e é uma homenagem à Hawthorne High School, escola que os irmãos Wilson frequentara no Ensino Médio. Escuta essa!

 

Pergunte à professora Regina Helena

Para conversar sobre a situação atual das universidades públicas, convidamos cinco alunos do Centro Pedagógico da Universidade Federal de Minas Gerais, uma escola que funciona dentro da universidade. Bianca, Caio, Laura, Kaio Luis e Isabela fizeram ótimas perguntas para Regina Helena, professora do Departamento de História da UFMG. Regina Helena é mestre em Ciência Política pela UFMG, doutora em História Social pela USP e tem pós-doutorado na Universidade de Coimbra.

Aperte o play para ouvir essa conversa incrível!

Expediente:

Texto: Cibele Carvalho

Ilustração: Livia Arnaut

Revisão de texto: Bernardo Romagnoli Bethônico

Convidado especial: Regina Helena Silva

Revisão técnica de Luiz Arnaut

Alunos que participaram do editorial mirim: Bianca Gontijo, Caio Moita, Kaio Luis Aguiar, Isabela Pires e Laura Gomes

Agradecimentos: Aos alunos e à professora Alessandra Gomes do Centro Pedagógico da UFMG. E ainda à Fernanda Werneck, Meg Marques, Bel Leite e Cida Falabela.

 

Continue para responder ao nosso quizz!!!

 



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.

 

Quizz: O que é uma universidade?

Qual das opções abaixo melhor explica o que fazem as universidades nos dias de hoje?

Correct! Wrong!

Sobre a história das universidades, é correto afirmar que:

Correct! Wrong!

Sobre a história das universidades brasileiras, é possível afirmar que

Correct! Wrong!

Quem são os alunos das universidades públicas?

Correct! Wrong!

Sobre as pesquisas desenvolvidas nas universidades públicas brasileiras, é possível afirmar que:

Correct! Wrong!

O que é uma universidade - Nº 11 (2019)
Op´s!
Que tal reler o texto com um adulto por perto?
Bom!
Você está pegando o espírito da coisa! Leia mais sobre o assunto na seção Saiba Mais.!
Parabéns!
Você sabe bastante sobre a universidade! Se continuar assim, em breve você estará estudando em uma!

Share your Results:



Esse conteúdo é exclusivo. Para ter acesso, assine aqui.