Distribuição de renda é utopia? Edição 14

Talvez você já tenha ouvido por aí que alguém da sua família perdeu o emprego ou teve o salário reduzido. Ou, vai ver, isso pode estar acontecendo até mesmo na sua casa. É que o Brasil já vinha enfrentando uma crise econômica e as coisas pioraram ainda mais com a pandemia da Covid-19.

O isolamento social interrompeu o funcionamento de grande parte das indústrias, comprometeu muitas atividades comerciais, além de ter prejudicado a distribuição de produtos. Para evitar a demissão de trabalhadores, o governo modificou a legislação para que, temporariamente, as empresas possam fazer uma coisa que normalmente as leis trabalhistas brasileiras não autorizam: reduzir o salário dos funcionários.

Depois de muita pressão da sociedade, o governo federal decidiu também pagar um auxílio emergencial para todos os brasileiros que estivessem em situação de vulnerabilidade econômica. Essa medida reduziu muito o número de pessoas vivendo em extrema pobreza e, por isso, especialistas voltaram a discutir uma ideia que já foi considerada utopia, um sonho impossível de se realizar: o pagamento de um pequeno valor para todos os brasileiros, a chamada renda básica universal.

Se distribuir renda diminui a pobreza, por que não continuar a fazer isso quando a pandemia acabar?

Quer ficar por dentro desse debate? Segue o fio…

Como assim, crise econômica?

O que é o Auxílio Emergencial?

Um pouco para todo mundo: a renda básica universal

A renda básica das crianças

Pergunte: com Fernanda Cimini e Débora Freire

 

Página inicial